Solidariedade

Palavrinha de grande apelo emocional. A chuva foi arrasadora. Com água e fogo, não se brinca. Felizmente nos arredores onde moro não há sinais de catástrofes, fato este que até me remete a idéia de que as notícias nem daqui são.

Me deu um nó na garganta e admito ter rolado algumas lágrimas de meus olhos, ao assistir o Jornal Nacional ontem e ver depoimentos de pessoas que perderam tudo. E logo após, várias doações vindas de estados vizinhos e sudeste. O mais incrível é que não são apenas doações de empresas ou governo, mas de pessoas comuns que talvez são tão necessitadas quanto as que perderam tudo na enchente.

Vi, me emocionei e o que eu fiz? Nada, a não ser rezar. :o(

Vanessa Paiva

Aficcionada por tecnologia e tudo mais que for prático e funcional.

Um comentário: