O que anda pela Europa 7

Ops, quanta teia de aranha e poeira por aqui. Mas calma lá que para tudo tem uma explicação e ela denomina-se: férias. Porém já de volta e arrumando a casa em pleno feriado. Férias essas onde avistei algumas coisas bacanas.

Já falei isso em outras postagens, mas como não se encantar com as facilidades e diversidade das megalópoles? Nunca me canso de admirar as oportunidades que essas cidades gigantes têm a oferecer.

E por falar em megalópoles, Paris, além da diversidade cultural e da moda, também "desfilam" as tecnologias, as quais estão acessíveis para compra, diferente do Brasil onde alguns produtos nem chegam por aqui. Olha só o que avistei por lá:

Solowheel: veículo elétrico constituído de uma única roda.












Um skate, também elétrico, ajuda na locomoção pelas ruas da cidade:


O que se nota, são cada vez mais novos meios de locomoção elétricos ou práticos, como as tão usadas Velib (serviço de locação de bicicleta encontrados por toda a cidade) e os também carros elétricos AutoLib de aluguel já mencionados por aqui. Natural, já que a sina mundial (que em alguns países não passa de teoria) é encontrar meios menos impactantes ao meio ambiente.

Seria ótimo se tivéssemos a acessibilidade, tanto no quesito de disponibilidade de produtos, como também a de ter poder aquisitivo para compra de novas tecnologias de locomoção não poluentes. Também seria ótimo ter segurança para poder andar sem sofrer assaltos, ter calçadas niveladas, ruas sem buracos...  



Vanessa Paiva

Aficcionada por tecnologia e tudo mais que for prático e funcional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário